Futebol Robótico Júnior

A prova de Futebol Robótico Júnior baseia-se na utilização de dois robôs autónomos, munidos de sensores e atuadores que possibilitam o objetivo de jogar futebol. Estão, no entanto, limitados nas suas dimensões, não podendo exceder os 22 cm no diâmetro e na altura. Uma bola emissora de infravermelhos com sinal pulsado é utilizada nas duas ligas que existem atualmente que diferem nos tipos de campo: ainda que tenham ambos uma dimensão útil de 122 x 183 cm, na liga (A), mais antiga, não existem linhas laterais nem de baliza podendo jogar-se com as paredes, enquanto na liga (B), mais recente, a bola pode sair fora e há lugar a reposições. Atualmente, o solo dos campos é verde sendo uma das balizas amarela e a outra azul, introduzindo a cor como elemento possível de orientação do robô no campo.

 

Nesta competição animada, repleta de estratégias, táticas e golos, não poderia faltar o habitual árbitro, único interveniente humano. E como “errar é humano”, durante o jogo prevalecerá sempre o fair-play entre as equipas.

 

Esta competição apura as equipas portuguesas para a prova RoboCupJunior Soccer, no RoboCup2014 a realizar na Cidade de João Pessoa, no Brasil. O RoboCupJunior é uma vertente do RoboCup para os jovens estudantes até aos 19 anos de idade.