Liga de Simulação 2D

 

Na Liga de Simulação 2D, duas equipas de 11 programas de software autónomos (chamados de agentes, em que cada um deles simula o comportamento de um jogador) jogam futebol num estádio de futebol bidimensional virtual representado por um servidor central, chamado SoccerServer. Este servidor tem conhecimento de tudo o que se passa no jogo, ou seja, a posição atual de todos os jogadores e da bola, o comportamento físico e assim por diante. Cada jogador recebe as medidas (com “ruído”) dos seus sensores virtuais (visuais, acústicos e físicos) e é capaz de executar alguns comandos básicos (como correr, rodar ou chutar), a fim de influenciar o seu ambiente.